DESTAQUES

De que adianta calar a mídia crítica?

 

 

Não é de agora que o Site Tkdlivre vem acompanhando o Taekwondo deste País, assim como os equívocos e desmandos da cartolagem esportiva que se apossou da gestão do Taekwondo “Olímpico” Brasileiro.

A ironia é que este desafio foi se tornando desgastante pela desproporcionalidade, inclusive de recursos.

Sugerir, fiscalizar ou até denunciar uma gestão de uma modalidade esportiva beneficiária de recursos públicos, que interfere na vida e sonhos de um coletivo significativo, seria algo inerente ao exercício da cidadania. Porém, nos deparamos com as mais variadas reações. Entre as quais, ameaças, notificações extrajudiciais, ações judiciais e o mais absurdo, dirigentes se aproveitando de assessorias jurídicas, bancadas com Recursos Públicos, para tentar calar ou acuar quem viesse a criticar os mandos e desmandos da atual gestão.

Assim, investimos recursos, tempo e criatividade para contribuir com uma gestão, de modo a melhorar o taekwondo brasileiro, para sermos desproporcionalmente penalizados. Um paradoxo.

Pior ainda é que nunca faltam lacaios bajuladores que se alimentam das sobras, como cães que se contentam com migalhas que escorregam da mesa farta da classe dirigente. E ainda os defendem com “unhas e dentes” em troca de glamour efêmero, promessas e reservas no mercado de exames de faixas nos seus respectivos estados.

Cansa. Não restam dúvidas.

A luta nestas condições é inglória e desproporcional. Principalmente quando, de nossa parte, nunca procuramos vantagens em benefício próprio, a não ser ecoar os descontentamentos do coletivo taekwondista.

Infelizmente, apelar para o bom senso ou senso de responsabilidade dos Membros da Assembleia da Entidade, nunca surtiu efeito. Esta instância de poder, formada pelos presidentes das federações estaduais, em sua grande maioria, calou-se diante das inúmeras denúncias que emergiam ao longo desta década.  É um poder cúmplice.

Os membros da Assembleia Geral da entidade que gerencia o Taekwondo “Olímpico” Brasileiro acabaram por se tornar fiadores/cúmplices de qualquer coisa de reprovável que esta gestão se envolver, em meio a tantas denúncias, investigações, inquéritos e ações que correm nos tribunais em primeira, segunda e instâncias superiores da justiça brasileira.


Registro oportuno

Há quase 2 décadas, já discutíamos com um velho ex-dirigente desta entidade:

- Mestre, é preciso encarar os problemas.

- Olha “Alfonso” -  dizia o velho mestre - você ajudar presidente de “federason”.

- Mestre, “tal dirigente” não quer ajuda, ele quer é submissão. Ajuda ele teria de graça, mas submissão não tem preço.

- Olha “alfonso”, você muito radical, você é PT, cai fora, viu! Vá cuidar da tua vida, deixa presidente cuidar de “federason”  em paz, viu. Sai fora.

- Está bem, Mestre; entendo o senhor. Eu vou cuidar, sim. Mas entenda o seguinte:

- Os problemas são os problemas, não muda nada eu sair ou não.

Mais tarde o presidente em questão acabou afastado junto com sua “federason”, pois descobriu que o mesmo se sustentava numa “federason” clonada, e a Federação legalmente constituida, repousava num cartório da capital sem movimento por mais de uma década.


A realidade nunca mudou

Não importa o quanto mudemos de dirigentes; os problemas persistem.

Tanto que, agora, volta a tona, em forma de notícias bombásticas, assuntos que já se fazia ideia. Alias, nem são novidades. Apenas entenderemos os detalhes de algo que já sabíamos que era alvo de Investigação na Polícia Federal.

O que mais dizer dentre tudo que já foi dito, donde os alertas, preocupações e denúncias pareciam mais pecaminosos que os supostos crimes propriamente ditos?

E agora José?

 - O Autor,  José Afonsoé faixa preta, professor, praticante e ativista no taekwondo brasileiro.


Artigo Publicado em 02/07/2016, as 19:15hs 

Nota da Redação:
¹ O Tkdlivre, não necessariamente concorda com o conteúdo dos artigos publicados e assinados neste Site. O artigo em questão reflete exclusivamente a opinião do autor, e assim, da sua inteira responsabilidade.
²  De qualquer forma, aos questionamentos que este artigo sugere o Tkdlivre, se coloca de antemão, a disposição para, a quem interessar possa, exercer o Direito de Resposta ou fazer o Contraditório.

___________________ &&& ____________________