Imaginário e Identidades Ocidentais: Contribuição para a Interpretação de Artes Marciais Orientais no Brasil

Por: Thiago Pimenta

1º Encontro ALESDE. Esporte na América Latina: Atualidade e Perspectivas.

Resumo

Artes marciais possuem variações que exercem influência em defesa pessoal, "bem estar" e esporte de alto nível. O presente trabalho concentra-se em evidenciar condições subjetivas que contribuem para a construção do imaginário contemporâneo ocidental referente às artes marciais orientais. De acordo com os referenciais teóricos de Pierre Bourdieu e Stuart Hall expôs-se a força simbólica exercida por tais manifestações no sujeito ocidental. Considerou-se que a popularidade destas práticas define-se por um processo de perda gradativa de legitimidade oriental na prática. Observou-se que tais manifestações não poderiam ter sido ministradas no ocidente sem a conivência dos sujeitos e processos de mudanças sociais que restringem as identidades territoriais.

Ver Arquivo (PDF)