Filosofia, ciência e a formação do profissional de artes marciais

Por: Carlos Alexandre Fett, Waléria Christiane Rezende Fett

Faculdade de Educação Física da Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, MT, Brasil

Resumo:

As artes marciais têm origem milenar e foram utilizadas ao longo deste tempo para as guerras, autodefesa e saúde. Muitos dogmas estão envolvidos em seu processo de transmissão e precisam ser questionados filosófica e cientificamente. Vários estudos apontam benefícios para saúde com a prática das artes marciais, como prevenção de fraturas por quedas em idosos e melhora da condição física e de saúde de diabéticos tipo 2 e da população em geral. Por outro lado, várias lesões podem ocorrer nos esportes de contato e serem potencializadas pela formação inadequada dos instrutores. Já o treinamento esportivo precisa ser planejado em seus princípios usando informações cientificas atualizadas, considerando a fase de  desenvolvimento, o tipo de metabolismo utilizado e quais os grupamentos musculares mais solicitados. Portanto, o profissional desta área precisa de sólida formação acadêmica, para assegurar a saúde e o rendimento de seus alunos.

Palavras-chave: Quedas. Lesões. Lutas. Treinamento. Periodização.

Acesse o Trabalho Completo!!!