Treinamento contra resistência para crianças e adolescentes: Fatores importantes a serem considerados.

O Treinamento de Contra-Resistência para Crianças e Adolescentes tem sido motivo de muita controvérsia, talvez pelo simples fato de que falte um conhecimento mais profundo sobre o assunto. Até alguns anos atrás as crianças eram advertidas sobre a pratica do treinamento resistido, principalmente quando se falava de treinamento de força e/ou hipertrofia, devido ao fato de que supostamente tinha se a idéia de que isso poderia ocasionar lesões ósseas, que interfeririam sobre o crescimento das crianças e que elas não teriam um ganho de força maior do que os padrões normais do que o de seu crescimento permitiria. Mas o que se desconhece e que com o Treinamento Contra-Resistência pode proporcionar um desenvolvimento ideal e saudável, tendo como benefícios básicos o aumento das respostas físicas durante as atividades físicas e recreativas, o aumento da força e da resistência muscular. Para isso é necessário que o profissional de Educação Física possua um profundo conhecimento das adaptações fisiológicas ao exercício, durante as fases do crescimento, e como estas alterações influenciam nas capacidades físicas e nas resposta ao exercício, durante o treinamento. Atuais pesquisas demonstram que se for elaborado um programa de treinamento ideal e adaptado que seja supervisionado, que respeite todo o desenvolvimento físico, mental e emocional da criança e/ou do adolescente, será possível adquirir ótimos resultados, tanto no ganho de força, na flexibilidade e no condicionamento físico, sem que haja o surgimento de lesões. O programa de treinamento deve ser elaborado com no máximo 03 séries por exercícios, possuindo entre 10 a 15 repetições, tendo uma duração de 30 a 40 minutos por sessão e com uma freqüência semanal três vezes, alternados com dias de descanso.

Palavras chave: treinamento, crianças e benefícios.

Leia Trabalho Completo em www.lagosesportivo.com